segunda-feira, 21 de Outubro de 2013

Biodanza para casais

Gente bonita,

Só agora consigo escrever um pouco sobre a dinâmica da recente proposta de Biodanza para Casais que amei propor. A proposta (a repetir no Porto e a lançar em Lisboa) assentou nas pautas de amor para uma relação de par estável.

A Biodanza não propõe como modelo este tipo de relação, deixando em aberto pelas vivências que cada um experimenta fazer a sua opção. No entanto, na nossa cultura este ainda é o modelo mais comun e sendo uma proposta que apresentei/apresentámos (com minha maravilhosa mulher Margarida Rito), também é naturalmente a que elegi. Não nos propomos como um casal modelo, antes nos colocamos dentro das pautas da Biodanza e das nossas integradas na construção de um quotidiano comum com os desafios inerentes, sempre superados pela força da paixão e do amor que nos une. É apenas isso que partilhámos e que apresentamos, desmontando desde já qualquer fantasia em cima do par ideal, ou da relação perfeita.

Assim, juntamo-nos 9 casais, fundamentalmente para dançar e vivenciar (na sequência das propostas virá naturalmente a partilha) a relação de par estável, em cima das danças de amor propostas por Rolando Toro como inspiração. 
Foi muito rica a proposta, pois foi possível dançar na diversidade, com todos a interagir com todos, ganhando e integrando elementos que posteriormente desfrutavamos na dinâmica de casal (danças em par). 
Na primeira vivência, pelas 17h, começámos naturalmente pelas danças que revelam, aproximam, sensibilizam e preparam, na poética epifânia do encontro. 
Depois, pelas 21h começámos a segunda vivência, com a danças que invocam a sedução, o erotismo, a paixão, a fusão e a vivência do amor intímo. 
Pelas 23h, cada casal retirou-se para o seu quarto, ficando consigo mesmo a intimidade partilhada...
No dia seguinte, pelas 11h re-encontramo-nos para uma breve partilha, a qual se seguiu a vivência cujas danças evocaram o Amor nutritivo, acolhedor, romântico, sensível, construtivo, poético, com pautas claras para a manutenção da relação no tempo.

Conseguimos claramente vivenciar a Chama Dupla da Vida (Octávio Paz). O Fogo da Paixão - Erotismo e o Fogo da Conservação - Amor, visitados que fomos por Fetiche e Âmnios. 

E tudo isto feito com aquele jeitinho muito especial que 2 escorpiões podem ter... ;-) não resisti a esta auto-qualificação...

Bom seguindo, queremos muito seguir com esta proposta, pois é válida para nossas vidas, portanto válido para partilhar e inspirar quem nos rodeia.
Não vemos qualquer inconveniente em propor além de casais, apenas assumindo que se viermos com 'um amigo ou amiga', as danças de casal serão sempre entre si. 
As pautas servem para qualquer relação podendo naturalmente resultar directamente no casal ou numa futura relação de casal. 
Apenas haverá sempre naturais restrições ao número de casais participantes pois a intimidade em quantidade resulta sempre difícil de gerir. 

Espero que tenhamos conseguido deixar um cheirinho do que foi e do que é a proposta de Biodanza para Casais, e ficamos naturalmente disponíveis para todas as questões que quiserem colocar.

Próxima evento de Biodanza para Casais, em Lisboa acontecerá entre Maio/Junho e no Porto entre Outubro/Novembro. Uma vez por ano parece-nos suficiente para tomar contacto com as questões em aberto e desenvolver os potenciais, deixando a vida encarregar-se do resto durante o tempo entre...

Beijos, abraços e mimos,
Nuno e Margarida
NuMa Boa 




quinta-feira, 22 de Agosto de 2013

Porque não, 'parar para dançar'?

Se estamos habituados a 'parar para pensar', porque não 'parar para dançar'? 

Afinal, pensar é apenas aceder ao campo das ideias, dos pensamentos, da razão, enquanto que dançar é um convite a aceder ao mundo vivido, pois através da dança (do movimento) incorporamos os instintos, as sensações, as emoções, os sentimentos e os pensamentos. Por isso, a Biodanza priorizou desde sempre a vivência pela dança como catalisador nos caminhos da integração. 

A dança integra a acção, o coração e a razão!



quarta-feira, 21 de Agosto de 2013

No fluxo da vida...


Gente boa,

Assim em jeito de passagem, nesse mês de Verão, em que todas as rotinas se alternam ao sabor do prazer, do descanso, da descoberta de novas paragens e sensações, aqui estou dando notícias e preparando a re-entré...

Pessoalmente, têm sido semanas muito ricas no que ao 'desfruting' diz respeito, tendo aproveitado esta fase para recuperar rotinas estruturantes, como são o meu surf, que me proporciona o tempo de 'meditação' que necessito como do ar que respiro. Depois tive oportunidade de ler tranquilo, viajar, namorar e estar com os filhotes. Apenas tenho estranhado o facto de às 3as feiras não dar aulas.... afinal é a primeira vez que acontece em 13 anos... confesso que o prazer que tenho em dar aulas e estar convosco não me gera desejo de descanso... vale a compensação de todos os dias, ter estado com alguém, mantendo a rotina das entrevistas :-)

Bom, aproveito para vos falar das tantas coisas que entretanto, têm acontecido e vão acontecer...

Fui convidado para o Festival Xamanita e para a Feira Alternativa, através da parceira com a Get Zen, mas a agenda não permitiu a minha presença, tendo a Geane feito o meu lugar no Festival e a Elsa David deverá fazer o mesmo na Feira Alternativa.

Este mês os grupos regulares do Ginásio dançaram juntos e adorei a experiência, pois nas 3 aulas, 3 grupos diferentes! Entre os que chegam de férias, os que vão, os que experimentam pela primeira vez tivemos sempre grupos diferentes que ainda assim aceitaram muito bem a proposta, pois procurei dar pautas para quem chega e propostas para os que estão, aproveitando quem faz regularmente Biodanza para integrar a abertura à diversidade e a capacidade de expressar a identidade em situações quem o continente afectivo muda, algo que se perde na intimidade dos grupos regulares que geram sempre uma condição de protecção afectiva que favorece o desenvolvimento e a integração da identidade.

Amanhã, 21 de Agosto, dançaremos no grupo do Anjocas, a Transcendência (convita à Harmonia e Fusão com a Totalidade) e no grupo do Ginásio o Fluxo da Vida (um convite à entrega com alegria e liberdade capaz de gerar um sentimento de abandono ao eterno fluxo da vida).

Em Setembro, dia 07 dançaremos na Praia do Tamariz em mais um evento promovido pelos Amigos do Paredão, nesse clássico anual que nos deixa a praia só para nós :-) Darei aula com a Elsa David e com António Sarpe, dois colegas amigos que muito adoro e com os quais é um prazer dançar :-)

Ainda em Setembro, 21 e 22, voltaremos a Montemor-o-novo, para Celebrar o Equinócio em contacto directo com as forças da Natureza.

Também em Setembro, em datas anunciar, serão feitas algumas sessões de apresentação do grupo regular diurno (às 3as feiras muito provavelmente) no espaço Wonderfeel, em Lisboa.

Em Outubro, 12 e 13, para a tão desejada Biodanza para Casais, rumarei ao Porto.

Desejo neste retorno estar mais organizado, informando-vos de tudo o que vai acontecendo comigo, também no que às Escolas diz respeito, já que as inscrições estão prestes abrir para novas turmas.

Entretanto, espero-te bem, de férias ou por cá e no desejo de te encontrar, amanhã, ou depois, ou um dia destes, despeço-me com muitos beijos, abraços e mimos,

Nuno Pinto

segunda-feira, 6 de Maio de 2013

Workshop Biodanza para Casais


"A relação entre o Erotismo e Poesia é tal que pode dizer-se, sem afectação, que o primeiro é uma poética corporal e que a segunda é uma erótica verbal." 
- Octavio Paz -

Nossa intenção nesta proposta é dançar o Amor em intimidade com o nosso Amor. :-)

Vens?

Beijos, abraços, mimos e muito Amor NuMa Boa...

Nuno Pinto - + 351 96 289 43 74

biodanzanunopinto@sapo.pt
http://www.biodanzanunopinto.pt
http://biodanzanunopinto.blogspot.pt/
http://www.facebook.com/BiodanzaNunoPinto


Dançar apesar dos Medos...

Bio inspiração, ao ritmo da vida...

Quando dançamos os Medos no Projecto Minotauro (inserido no Projecto de Aprofundamento para alunos em grupo regular), a Biodanza convida-nos a dançar a vida e a avançar com o Medo, apesar do Medo... 


A Biodanza é um convite a desenvolver potenciais expressivos que nos ajudam a lidar com os desafios do quotidiano, através da dança e do vínculo com o outro, num ambiente protegido e enriquecido de ecofactores positivos: alegria, prazer, ritmo, vínculo.... porque esperas? 

Com a crise, apesar da crise, vamos dançar a vida e edificar novas possibilidades? 

Pode ser à 2a, à 3a, à 5a ou até à 6a, para não falar do fim-de-semana...

Beijos, abraços e mimos,

Nuno Pinto - + 351 96 289 43 74


biodanzanunopinto@sapo.pt
http://www.biodanzanunopinto.pt
http://biodanzanunopinto.blogspot.pt/
http://www.facebook.com/BiodanzaNunoPinto

Novos grupos regulares em Oeiras (e os do costume em Lisboa...)




Finalmente a partir de Maio, inicio um novo ciclo. Como o meu maior desejo é continuar a dançar e a tocar o corpo e o coração daqueles que se desejam juntar, a partir do dia 06 de Maio, todas as 2as feiras, iniciarei mais um grupo regular de Biodanza em Oeiras.

Muitos perguntam se não será demais, ao que eu respondo, que demais é tudo o que me consome, além da dança, do vínculo, a alegria, do prazer, da expressão... Na Biodanza, encontro a dança, a música, a arte, o vínculo, a expansão da consciência, o contacto com ritmos orgânicos e cósmicos. Encontro-me a mim, encontro o outro, os outros e a totalidade. É por isso, que quero seguir ampliando as minhas possibilidades de expressão com Biodanza e além dos grupos regulares no Ginásio da PT e no Anjocas, quero agora juntar os do Prama Oeiras (eu à 2a e a Margarida à 6a).

Para ti que estás em grupo regular, e porque preciso muito do teu apoio na divulgação e presença para arrancar com uma boa matriz convido-te a aparecer na qualidade de convidado ou convidada.

Para ti que pensavas em começar ou recomeçar a fazer Biodanza, convido a aparecer, pois tenho condições especiais, para pessoas especiais.

Para ti que desejas vincular-te com a potência de viver, com a sensibilidade dos afectos, com a totalidade da vida, com a exaltação e a celebração do presente, com a criação de novas possibilidades e com o desfrute e o prazer de viver este é uma excelente momento.

Em Oeiras agora (e em Lisboa desde sempre), sigo no desejo de dar as mãos a ti e ao mundo e deixar que o presente e o futuro sejam construídos pelas próprias mãos. Como sempre digo, quem não se envolve não se desenvolve. Estendes a tua mão? 

Vem dançar a vida a partir do dia 06 de Maio no Prama Oeiras, Rua Oeiras do Piaui, 33, das 20:30 às 22:30.

Beijos, abraços e mimos,


Nuno Pinto - + 351 96 289 43 74

biodanzanunopinto@sapo.pt
http://www.biodanzanunopinto.pt
http://biodanzanunopinto.blogspot.pt/
http://www.facebook.com/BiodanzaNunoPinto

Exaltação e Celebração da Vida! Open Class de Biodanza, da Vivência à Convivência


É já no próximo dia 11 de Maio, em Oeiras a VI Open Class e que melhor tema para apresentar a Biodanza do que 'Exaltação e Celebração da Vida'. 

Tantas vezes disse Rolando Toro Araneda, criador da Biodanza: 'Não nos basta a qualidade de vida. Desejamos o acesso ao êxtase!' e tantas vezes o dançou... 

Pois bem, agora também queremos continuar a fazê-lo, pelo 'resto da vida inteira'... Não só em momentos como este Sábado, mas todas as semanas, às 2as, às 3as, às 5as, ou às 6as, em Oeiras e em Lisboa!

Nesta Open Class, o objectivo é dançar (vivência) e conviver (convivência), criando uma oportunidade de vínculo entre os participantes cujo convite principal é desfrutar e exaltar o facto de estar vivo! 

Beijos, abraços e mimos,


Nuno Pinto - + 351 96 289 43 74

biodanzanunopinto@sapo.pt

http://www.biodanzanunopinto.pt

http://biodanzanunopinto.blogspot.pt/

http://www.facebook.com/BiodanzaNunoPinto